Cose di croniche

As crónicas que saem do Cose Tante. Ou não.

Pedro no chão

with 3 comments

– Chame-se o médico.
O Pedro estava no chão. Escorregara na beira da piscina. Bem lhe tinham dito que não corresse. Disseram vezes sem conta, todas as aulas, que não corressem no chão molhado. Sabia que não devia mas chegara a correr.
– Chame-se o médico.
Diziam que não corresse. Diziam que não chegasse atrasado. O Pedro correra para não se atrasar. Fizera bem? Fizera mal? Não queria atrasar-se, mas correra e caira. Como sempre lhe tinham dito que podia acontecer. Agora estava ali no chão e ouvia que não era nada, que se levantasse para não atrasar mais ainda a aula. O Pedro sabia que os crescidos têm sempre razão e queria levantar-se.
– Chame-se o médico.
Queria levantar-se mas nada acontecia. A voz do professor a subir de tom, a paciência a desaparecer. O Pedro sabendo que os professores mandam e sabem o que se passa. Se o professor dizia que estava tudo bem, então estava. Mesmo assim, não conseguia sair dali. E a voz da mãe de um colega sempre que tentava mexer-se:
– Chame-se o médico.
O Pedro não queria médico. Tinha medo de injecções, costuras e pontos. Tinha seis anos e diziam-lhe que os bebés é que têm medo dos médicos. Ele fazia-se forte, mas continuava a ter medo em segredo. Tinha de levantar-se como lhe dizia cada vez mais alto o professor. Queria e o corpo não obedecia.
Não queria médico nenhum que já lhe bastavam os risos dos colegas quando escorregara ainda de touca na mão, óculos pendurados no braço. Médico não.
– Chame-se o médico. É melhor, não queremos mais responsabilidades.
Chamou-se o médico. O Pedro fechou os olhos para acordar já numa cama que não era a sua de perna engessada da cintura ao pé.
Anúncios

Written by Marta

Maio 18, 2009 às 9:09 am

Publicado em Uncategorized

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Posso substituir o nome Pedro pelo do pestinha e qualquer dia esta é a história dele :)Muito bom

    Bifinha

    Maio 18, 2009 at 4:30 pm

  2. Apanhaste-me de surpresa, com este novo registo. Primeiro fazes-me rir, agora levas-me ao drama. Que mais poderei esperar, Ó Talentosa!? Não sei onde te sentes melhor a escrever,eu agora fiquei com dúvidas, mesmo gostando das duas situações. Simplesmente adorei o género e a própria história (parece macabro dizer isto)… e nem te digo o que cheguei a pensar para o final. Sabes qual é o filme que mais me marcou? “After the promise” em português tem o titulo de ” Quando é difici ser Homem”. Conheces? Se conheceres a história do filme, vais compreender…Beijinhos

    João Telo

    Maio 18, 2009 at 5:40 pm

  3. Faço minhas as palavras do João Telo, e cheguei a pensar o pior, confesso.Gostei muito

    Andreia

    Maio 20, 2009 at 1:07 pm


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: