Cose di croniche

As crónicas que saem do Cose Tante. Ou não.

A Naide, o Nelson e nós

with 4 comments

Do sofá do sr. Abreu não serve menos que o ouro. De comando na mão, passa canais, espera os saltos.
– Oh! Não vales nada pá! – E muda novamente para um qualquer programa de Verão, mais colorido e folclórico.
– Hehehe… Estes gajos são uns malucos…- Num sorriso imbecil, ainda que franco.
É deprimente a mania de quase exigir desculpas a quem não é o primeiro. E depois, ignorar os que o são há tempo a mais. Pois, não gostamos cá de campeões fanfarrões. Nós não, somos todos íntegros e modestos (como se fossem antónimos). Modestos é que nós somos, pois. Isso explica todos os “merece ganhar porque é uma pessoa simples”. Que lindo… Merece porque fez por isso, senhores! Qualquer pessoa que ganhe, é porque fez alguma coisa por isso. Trabalhou ou tomou qualquer coisa, que seja e depois se vê no controlo, mas fez alguma coisa para ganhar.
Por outro lado, há uma arrogância que se foi ganhando com os anos e sucessos, e explica talvez por que não podemos ter muito mais do que temos. Já não nos servem os segundos e terceiros lugares, prata ou bronze não nos dizem nada. Ouro é que é. Tudo o resto não presta.
Giro. Lembro-me de alturas em que ninguém ganhava nada, ter nomes em provas de salto era uma miragem. Anos a fio de Carlos Lopes, Rosa Mota e companhia. Sempre os mesmo (com mérito indiscutível) e agora não serve menos que o ouro.
Também admito que tenhamos sido bombardeados com os slogans megalómanos do tipo “second place is first to lose”. Mas isso é para transmitir a ambição, é porventura, para quem já tinha atingido o patamar dos segundos e terceiros lugares como os Estados Unidos. Até porque lá está, gosta-se da ideia mas ai do primeiro que mostre ambição: a opinião pública arrasa-o ainda o dia a seguir à festa não amanheceu.
Nelson Évora disse à chegada ao aeroporto que desta vez só lá estavam as pessoas que “são mais importantes para mim”. Eu gostei da franqueza.
A Naide Gomes não conseguiu nenhum dos três primeiros lugares. E não, não era o objectivo dela. Não, não era o que queriamos. Mas não, apontar-lhe o microfone e dizer “’Atão Naide? A que se deve este desaire?”, não é maneira de se tratar ninguém. Pondo-me no lugar da Naide, o que é que eu gostava de ter dito àquela pessoa?
– Olha, oh gordito, dá lá tu um saltinho para eu ver! – por exemplo. E deixá-lo ali. Ou simplesmente ter visto a Naide Gomes brindá-lo com o silêncio. E lágrimas, já que ela na altura chorava. Seria um momento constrangedor para ele e palavras não eram mesmo necessárias.
Isto não se faz. Nem isto, nem o anónimo “oh, não ganharam nada. Prata não é ouro”. E ir ao frigorífico buscar mais umas patinhas de caranguejo para celebrar o colesterol nacional.
É por isso que os Descobrimentos – sim, sempre a mesma conversa dos Descobrimentos – foram o que foram. Nós gostamos desta coisa “Ah pá… éramos tão bons e perdemos tudo…” e um encolher de ombros, um sorriso e a vida continua. Pobrezinha mas feliz, de toalhas aos quadrados e flores nas jarras. É bonito. Mas não chega.

Anúncios

Written by Marta

Agosto 25, 2009 às 10:21 am

Publicado em Crónica

4 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Normalmente, concordo com o que se escreve aqui. Hoje não. Critica-se a mentalidade crítica do português, sempre insatisfeito, para se fazer a apologia ao contentamento e à derrota? Não, obrigado. Sou português, quero ganhar sempre. Se o objectivo é o ouro, a prata é má. Se o objectivo é uma medalha, o 4º lugar é péssimo! Por isso, sou como o senhor Abreu. E não me peça para saltar, que estou em notória baixa de forma.

    Christian

    Agosto 26, 2009 at 2:50 am

  2. Não peço lolEu também gosto do ouro e das vitórias em grande. Tentei abranger os dois extremos por isso.E todas as opiniões são bem-vindas por isso sinta-se à vontade com a discórdia. E obrigada por cá vir!

    Marta

    Agosto 26, 2009 at 9:42 am

  3. Obviamente, o meu comentário foi discordante, mas nunca foi minha intenção ser mal educado ou extremista, apenas deixar a minha opinião! Continue com os bons posts, e eu continuarei a passar por cá 😉

    Christian

    Agosto 26, 2009 at 12:02 pm

  4. Claro, nem o vi como tal 🙂 Sei bem o que são comentários incorrectos e este não foi um deles. Mesmo. Os meus ! normalmente são de entusiasmo 😉

    Marta

    Agosto 26, 2009 at 12:22 pm


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: