Cose di croniche

As crónicas que saem do Cose Tante. Ou não.

O creme de cenoura revelado ao mundo

leave a comment »

Houve uma altura em que via momentos Bridget Jones meets Truman show a mais na minha vida. Este, descrito em Outubro de 2008, num workshop, foi só mais um. Contá-lo, foi a minha catarse:

No refeitório, uma pessoa vira-se de repente. E eu, de tigela de sopa nas mãos. O resultado, previsível, não foi bonito:

O creme de cenoura lançou-se no ar como se tivesse vida própria. Eu a pensar: “Isto há-de voltar para baixo e não tenho para onde fugir: para trás choco com os filetes e arroz de um, para o lado com a lasanha de vitela de outro, para a frente está o imbecil que me fez lançar a sopa na atmosfera…” O creme de cenoura a dar a volta lá em cima. Eu a pensar: “Não posso fugir, vou levar com sopa em pleno refeitório. Que faço? Sorrio? Harakiri? Não há glamour que resista, quanto mais honra!”.

O creme aterra-me em cima. Decote, braços e ego: tudo escaldado. “Desculpe…” diz ele, com um ar aflito que me fez sentir constrangida por ele, mesmo sendo eu a coberta de sopa (há poucos cavalheiros com H grande) saiu-me um “não faz mal, eu é que me estou a queimar toda” mas apetecia-me ser menos polida, ocorreu-me todo um léxico adormecido de asneiras e insultos, mas deixei-o ficar sossegado. Saí dali para um resto de dia a tresandar a cenoura no caldeirão, mesmo depois de trocar de roupa.

Anúncios

Written by Marta

Dezembro 30, 2010 às 10:06 am

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: