Cose di croniche

As crónicas que saem do Cose Tante. Ou não.

Posts Tagged ‘Maitê

Ainda caibo no contentor Maitê?

leave a comment »

Também quero falar, pois.
A Maitê não deixou de ser linda e ter uma voz de que sempre gostei, nada disso. Mas admito que é em muito nome da Juliana da Guerra dos Sexos.
Se eu gostei? Nada. Se sei que estamos sempre a dizer mal de tudo e todos? Ui, se sei. Acuso-me já aqui como grande critica (leia-se antes maledicente) do português e do Portugal. Eu reclamo sobre as pessoas nos transportes, as pessoas nos trabalhos, as pessoas no futebol, na rua. As pessoas, as pessoas e as pessoas. Bem sei que o faço. Não só (embora, a ser pago, tivesse a vida feita só com isso), mas também.
A primeira questão ali, é falta de gosto. Isso é indiscutível. Humor não é aquilo, lamento. Como não é muito comentário que se ouve no dia-a-dia.
E sim, nós passamos a vida a dizer mal do país e do próximo. Mal comparado é como com os clubes. À excepção de Polga, que grito ao mundo, posso falar mal do meu clube inter pares, mas ai de quem insinue alguma coisa e use outra cor. Viro leoa e não admito (quase) nada. Facciosa, pois, não há que ter medo de o dizer. E vejo que o mesmo vale para muitas pessoas de outros clubes. Neste caso, ver alguém de “fora” dizer mal, não ter sequer muita graça e ainda revelar falta de conhecimentos, é o que nos faz saltar, empunhar bandeiras, cantar o hino e gritar “PORTUGAL! PORTUGAL! PORTUGAL!”. Ou é isso, ou o jogo com Malta de mais logo. E é legítimo que o façamos: aquilo não teve graça, não foi querido nem sexy.
Só que como maledicente profissional, tão depressa me irrito com o que vi como com o movimento que se levanta. Motim contra uma actriz que só revelou mau gosto e falta de graça, é uma coisa provinciana e por isso, suspeito que fecho aqui o “dossiê Maitê”.

Written by Marta

Outubro 13, 2009 at 10:15 pm